Pular para o conteúdo

Como melhorar sua oratória

  • por

Saiba agora como transformar a sua oratória.

Você fala muito rápido e acha difícil entender sua fala? Quer saber como melhorar sua articulação mas não sabe por onde começar?

Esse tipo de reclamação é comum… Omissões de sílabas, fonemas e distorções na articulação da fala são comuns entre pessoas que falam muito rápido . Isso ocorre porque os órgãos fonoarticulatórios não têm tempo de realizar seus movimentos para produzir a fala com precisão.

Saber comunicar é essencial para a vida em sociedade. Nos negócios, isso se torna ainda mais crucial. Um dos fatores que mais dificultam a comunicação é a má articulação das palavras. É por isso que hoje queremos ajudá-lo a melhorar sua articulação!

Quando você fala, uma boa articulação traz clareza, objetividade e assertividade à mensagem que está sendo transmitida. Além disso, transmitem confiança no tema e despertam interesse pelo tema.

1- Trava- línguas na oratória

O trava-línguas é uma ótima maneira de treinar a articulação dos músculos da língua e da boca. Desta forma, é possível pronunciar palavra após palavra sem substituir ou emendar o final de uma com o início da outra.

2- Mude seu vocabulário

A repetição de termos, o excesso de erros gramaticais e a repetição de pausas acompanhadas de é, um e depois, por exemplo, são sinais de que seu vocabulário precisa ser ampliado. Se você não puder melhorar seu arsenal de palavras, será difícil fazer uma apresentação eloquente.

Você não precisa procurar palavras difíceis no dicionário e correr o risco de usá-las incorretamente em seu discurso. No entanto, é importante ter uma boa compreensão de sinônimos e termos que possam se encaixar naturalmente no que está sendo dito.

Leia livros, revistas e jornais sobre uma ampla gama de assuntos e preste atenção aos termos que você você não sabe Procure saber o significado delas e comece a usá-las no dia a dia, em conversas informais, até que se tornem normais.

3- Ajeite sua postura

Tenha cuidado quando se trata de linguagem corporal. Surpreendentemente, seu corpo fala tanto (ou mais) que sua boca. Está correto! Quando você chega a uma apresentação trancado, com movimentos extremamente contidos, a impressão que o público tem é muito diferente de quando você está relaxado.

Para fazer isso, experimente exercícios de alongamento em casa que estejam longe de todos os seus traços de tensão. Da mesma forma, pratique alguns gestos cotidianos para incorporar em sua fala, evitando qualquer movimento que possa parecer ambíguo. Quanto mais fluido e natural você puder manter seu corpo durante a apresentação, mais à vontade as pessoas ficarão com seu discurso.

4- Gargarejos

Você sabia que gargarejar com água pode ajudá-lo a melhorar sua pronúncia? É assim que é. A técnica é muito utilizada para trabalhar a garganta, a base da língua e também o palato. Esses lugares são chamados de pontos de articulação, que são usados ​​ao longo da fala.

5- Respiração

O ritmo da respiração perturba a pronúncia das palavras. Se você ofegar, as sílabas ficarão emaranhadas e a dicção será insatisfatória. Isso ocorre porque a fala é criada pela passagem do ar nas pregas vocais, e o desempenho da fala oral está diretamente relacionado à maneira como você respira.

Exercite a respiração diafragmática em pé com os pés para cima e coloque uma mão sobre o peito , o outro abaixo das costelas. Inspire e expire profundamente e concentre-se em levantar a mão sob a costela mais alto do que a mão no peito. A elevação indica movimento completo do diafragma.

Agora fique de pé e mantenha as pernas e os ombros alinhados. Inspire o ar profundamente até que a região do diafragma esteja totalmente inflada. Expire lenta e continuamente enquanto faz o som da letra F. Inspire e expire novamente, pare algumas vezes enquanto faz o som da letra S. Faça uma pausa e repita cinco vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.