Desenvolva inteligência emocional em 5 passos

A inteligência emocional é um conceito psicológico que caracteriza o ser humano que consegue identificar seus sentimentos e emoções com mais facilidade.

Para alguém ter sucesso acadêmico e profissional, é preciso uma boa dose de dedicação, esforço e disciplina, a maioria sabe . O que muitos ignoram é o fato de que desenvolver a inteligência emocional (IE) não só auxilia nesses processos intelectuais, mas em todas as áreas da vida.

Saber agir em momentos difíceis e melhorar as relações interpessoais, depende dos pensamentos , sentimentos e atitudes são gerenciados.

Essa é uma habilidade que pode ser desenvolvida ao longo de nossa existência.

No entanto, para desenvolver a inteligência emocional, é necessário adquirir conhecimentos específicos sobre si mesmo e outras pessoas ao seu redor.

Por isso, trouxemos algumas dicas de como desenvolver a inteligência emocional, alcançar o equilíbrio entre razão e emoção, manter relacionamentos mais saudáveis ​​e crescer como pessoa.

O que é inteligência emocional?

Ao desenvolver habilidades, é possível lidar com as pessoas e suas emoções, bem como compreender os sentimentos de cada um.

Diferente do Quociente de Inteligência (QI), a Inteligência Emocional não se trata de conhecimento intelectual, científico ou acadêmico, mas de saber reconhecer e lidar com sentimentos e emoções, com o objetivo de se desenvolver pessoal e profissionalmente.

Quando essa habilidade funciona bem, promove bons relacionamentos entre as pessoas, permite uma melhor compreensão nas relações pessoais e uma melhor interação (e comunicação) no trabalho. Portanto, há benefícios em ambas as áreas.

Além disso, a EI afeta positivamente a saúde física e mental. Previne transtornos mentais como ansiedade e depressão, além de transtornos psicossomáticos.

A ciência já comprovou que doenças cardíacas, câncer e diabetes, entre outras, estão ligadas a sentimentos que não são devidamente administrados pelo paciente. Outro exemplo é o herpes labial, que algumas pessoas experimentam em situações estressantes.

As pessoas que conseguem desenvolver a inteligência emocional são cada vez mais valorizadas. Isso porque reconhecer suas próprias limitações e se esforçar para perdoar os erros alheios são habilidades acessíveis apenas a quem está em constante estado de vigilância na busca pela excelência.

Passos para aumentar a inteligência emocional

1- Observar seu comportamento

Para explorar seu próprio comportamento, é necessário avaliar-se duas vezes: às vezes, uma observação deve ser feita quando as situações estão por vir, independentemente de serem boas ou ruins.

Observe como a mente e o corpo reagir, além das sensações e pensamentos que são acionados.

Em um segundo momento, a análise deve ser feita após a chegada dos sentimentos (positivos ou negativos). Pode-se tentar descobrir o que desencadeou tais reações físicas e mentais.

EI está na avaliação de atitudes e sentimentos e na compreensão de como eles afetam a vida diária e os relacionamentos. Isso oferece uma mudança se houver a percepção de que os resultados foram negativos.

2- Lidar com as suas emoções

Há pessoas com comportamento enérgico e outras mais calmas. No entanto, ninguém tem a liberdade de cometer atos precipitados no calor da batalha.

3- Trabalhe com o lado negativo

Para garantir o próprio bem-estar, é necessário manter sob controle as emoções que nos pesam. Afinal, lidar com emoções negativas é um mal inevitável.

Quando nos afetam intensamente e permanecem conosco por muito tempo, destroem nossa estabilidade.

Inteligência Emocional é uma ferramenta poderosa que nos dá uma visão mais equilibrada da vida e permite a autorregulação de nossas emoções. Não temos apenas bons momentos e bons sentimentos.

4- Desenvolva autoconfiança

Saber o que você quer, definir até onde quer ir e alcançar seus objetivos nem sempre são passos fáceis. Portanto, é necessário reconhecer suas fraquezas e pontos fortes e trabalhar para modificá-los ou melhorá-los. E esse desafio só pode ser superado com autoconfiança.

A questão é que a maioria das pessoas desconhece e não acredita em si mesma quando encontra obstáculos que julga intransponíveis.

Por isso, acreditar em seu potencial e em suas habilidades fortalece a noção de que você tem capacidade para enfrentar momentos de crise e superar dificuldades.

Acreditar em si mesmo e enfatizar suas qualidades ou talentos são ações que servem de combustível para avançar na carreira e melhorar a qualidade de vida.

5- Pratique a resiliência

Situações difíceis podem surgir na vida de qualquer pessoa. O que torna as pessoas diferentes é como elas reagem a esses eventos. Resiliência é absorver os efeitos da rotina e ter a capacidade de absorvê-los, mantendo-se firme e focado, aprendendo com seus erros e lidando de forma inteligente com os fatos.

Resiliência significa, com sentimentos para lidar, mesmo quando o controle das situações está além de sua capacidade de alcançar.

É saber reconhecer as emoções e os efeitos que elas têm no corpo e na mente. Dessa forma, o indivíduo pode canalizar seu potencial e aumentar seu desenvolvimento.

Leia também:

Recommended For You

About the Author: Carol Sena

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.