Saiba agora como liderar pessoas em 5 passos

Liderar pessoas nunca é uma tarefa fácil. Nem mesmo os melhores livros podem preparar alguém para tudo o que vai encontrar nessa posição, pois há conhecimentos que só podem ser realmente aprendidos por meio da transmissão – e com o tempo – principalmente quando se trata de lidar com outras pessoas vai.

Ele tem o conhecimento de que somente a prática leva ao verdadeiro aprendizado. Mas algumas coisas podem ser ensinadas para pelo menos avançar o que você encontrará nesse caminho desafiador que guia as pessoas.

Confira agora 5 segredos que você aprenderá ao liderar pessoas:

1- Saiba liderar a si mesmo


Antes de liderar um grupo de pessoas, você precisa saber ser um líder de si mesmo. Isso é algo que vem através do autoconhecimento, um processo contínuo que pode durar uma vida inteira: afinal, ninguém nasce acabado, mas com todo o aprendizado, as experiências, decisões e mudanças que ocorrem na vida, (re)construídas.

É por isso que, com o tempo, alguém realmente se conhece – seus pontos positivos, negativos, desejos, expectativas, bloqueios, medos, limites, comportamentos, crenças, Valores, talentos e tantos outros elementos que compõem uma pessoa. E estar ciente de todos esses fatores é uma maneira de se tornar um líder melhor e um modelo para aqueles que você lidera.

2- Saiba lidar com diversas pessoas


Como líder, você precisa se relacionar com pessoas que compartilham os mesmos gostos, valores e personalidade que você… e outras que são totalmente o oposto. É preciso saber lidar com cada perfil que se encontra na vida, sem favoritismo e sem preconceito com a diferença e a diversidade.

Não é uma tarefa fácil, mas aprende com o tempo a entender melhor como cada pessoa funciona: algumas são mais abertas e falam livremente sobre qualquer assunto; outras são mais fechadas e precisam de incentivo e de uma relação sólida de confiança e respeito para se abrirem; alguns lidam melhor com a pressão; outros precisam de descanso; alguns precisam de feedback constante; outros preferem outros estímulos para se motivarem… Essa sabedoria é conquistada aos poucos, com muitos fracassos e acertos.

3- Saber ouvir


Esta é uma característica que ajuda muito no ponto anterior. Não é possível saber se relacionar com as pessoas, especialmente aquelas que não têm muito em comum com você, a menos que você pare de ouvi-las e realmente as ouça (em vez de adivinhar suas opiniões.

Isso pode ouvir suas idéias, opiniões e até mesmo questões pessoais, saiba com quem você está lidando e descubra o que você precisa fazer para motivar, engajar e trazer o melhor da sua equipe Ouvir não significa fazer o que é pedido ou se deixar manipular, estar aberto para entender o outro com empatia.

Essa questão é tão importante que muitas empresas estão deixando o talento ir – o que aumenta a rotatividade de pessoal – porque não os ouvem, consequentemente não entendem suas motivações e expectativas no trabalho e os frustram tanto que chegam a esse ponto de terminar o relacionamento.

4- Saiba definir limites


Mesmo os ambientes mais relaxados precisam de regras para garantir que tudo funcione como deveria. Não é à toa que existem regras de trânsito, regras de convivência e muito mais nos mais diversos grupos e na nossa sociedade em geral: Todo relacionamento precisa de limites, inclusive entre amigos e familiares.

Você não pode quebrar as regras, você não pode ser sempre o mocinho. É importante ter regras e deixá-las claras para toda a equipe – ter um comportamento transparente – para garantir o bem-estar e o funcionamento do grupo.

Claro que também Não é bom ser um líder autoritário, com regras rígidas e não aceitar outras opiniões. A flexibilidade é uma das qualidades da liderança positiva, e saber estar aberto (e ouvir, como dissemos acima) é essencial para que a equipe atinja seu objetivo da forma mais saudável.

5- A Importância de Formar Sucessores


Nenhum líder é fisicamente eterno. E menos ainda pode resolver tudo sozinho. Por isso é importante inspirar as pessoas com seus ensinamentos e exemplos para deixar um legado quando o ciclo chega ao fim ou quando surgem novas oportunidades.

A liderança bem-sucedida consegue educar novos líderes para que cumpram suas posições para ocupar ou alcançar novos lugares para continuar o bom trabalho além de sua presença. Só assim as conquistas não morrem com sua partida, mas se perpetuam, produzem os resultados desejados e criam um exemplo digno de ser imitado.

Veja também:

Recommended For You

About the Author: Carol Sena

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.